Se você tem um negócio ou está pensando em montar um, certamente já ouviu falar sobre o fluxo de caixa. Ter o controle financeiro sobre todas as suas despesas e os seus ganhos, faz total diferença no seu dia a dia. 

Como um bom empreendedor, você sabe que a contabilidade é muito mais que apenas um suporte ou um serviço prestado.

Atualmente, ela é um dos parceiros mais importantes dos negócios de sucesso, pois a partir do momento que você entende que ela faz parte do seu dia a dia, e que os benefícios vão muito além de ter as contas pagas em dia, você consegue transformá-la num diferencial estratégico. 

Neste processo de tornar a contabilidade um diferencial da sua empresa, o fluxo de caixa tem um papel importantíssimo. Por isso, continue com a leitura deste texto!

Fluxo de Caixa

Dentro da contabilidade de qualquer empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, existe o fluxo de caixa. Ele é um instrumento gerencial que controla e informa todas as movimentações financeiras (entradas e saídas de valores) de um dado período, pode ser diário, semanal, mensal, etc.

Ele é construído através dos dados obtidos de informações como: contas a pagar, contas a receber, de vendas, de despesas, de saldos de aplicações, e de todos as demais movimentações de recursos financeiros da empresa.

Uma das formas de saber se o negócio está crescendo, ou dando prejuízo, é avaliando seu fluxo de caixa. Se os valores apresentados não estão sendo suficientes nem para bancar as despesas de operação da sua empresa, está na hora de você repensar a forma como você está usando o seu dinheiro.

Planilha de fluxo de caixa

Para você manter o controle do seu fluxo de caixa, e torná-lo um diferencial da sua empresa, não é preciso de um programa de computador ou algum sistema muito complexo. 

Aqui na Silveira, nós desenvolvemos uma planilha simples e didática, para que você possa ter acesso facilitado, e consiga preencher sem maiores problemas. 

Categorias da Planilha

A nossa planilha é dividida em 4 categorias básicas para que você possa ter um controle fiel e de forma organizada. Confira

Categoria 1: Receitas

A receita de uma empresa é todo o dinheiro recebido vindo das atividades da organização. Isso quer dizer que a receita é tudo o que a pessoa jurídica ganha com venda de serviços, produtos, aplicações financeiras, etc.

As receitas fazem parte do cálculo dos lucros, representando o lado positivo da conta.

Categoria 2: Despesas fiscais

As despesas fiscais de uma empresa correspondem,  a carga tributária que incide sobre as suas atividades.

No Brasil, como sabemos, a burocracia que envolve o seu pagamento é uma das principais reclamações de empreendedores que as consideram responsáveis pela dificuldade de se empreender com sucesso no país.

Dentro da nossa planilha, inserimos os 2 principais tributos que geralmente as empresas precisam pagar que são: 

Categoria 3: Despesas salariais

São todos os valores pagos referente a um funcionário. Você sabia que o seu compromisso com o seu funcionário vai muito além do salário? Ele é apenas uma das despesas que a empresa deve pagar ao seu colaborador. 

Além disso, você também pode considerar nas despesas salariais o pró-labore, que nada mais é do que o seu próprio salário como empresário ou sócio da empresa.

São consideradas despesas salariais: 

  • Salário;
  • Pró-Labore;
  • FGTS;
  • INSS;
  • Férias;
  • 13º salário.

Categoria 4: Despesas Gerais

As despesas gerais são aquelas que envolvem todos os valores gastos para o funcionamento da empresa, como: 

  • Água;
  • Luz;
  • Telefone;
  • Internet;
  • Materiais de Limpeza;
  • Dentro outros.

A organização das suas despesas e receitas pode ser um diferencial do seu negócio. Ter o controle do fluxo de caixa permitirá que você tome decisões de forma mais consciente.

Mesmo com a ajuda da planilha, este processo pode gerar algumas dúvidas. Confira como implementar o fluxo de caixa na rotina do seu empreendimento.